Grupo Rossetto

Rossetto Seguros | 26 de junho de 2020

5 SOLUÇÕES PARA PROBLEMAS DE CONDOMÍNIOS QUE O SEGURO COBRE

5 SOLUÇÕES PARA PROBLEMAS DE CONDOMÍNIOS QUE O SEGURO COBRE

Quem mora (ou já morou) em condomínio sabe como é: muita gente em pouco espaço e diversos problemas a resolver. Do fluxo de caixa à administração de conflitos entre inquilinos, a rotina de síndicos e conselhos de administração não é fácil. E a situação não muda muito quando se trata de condomínios comerciais.
Muitas vezes o síndico é um dos próprios moradores (não são síndicos “profissionais”) e tem pouco tempo a se dedicar ao condomínio por ter outras obrigações durante o dia. Por isso, uma tendência comum entre os condomínios é tentar evitar o máximo de “dores de cabeça”. Pensando nisso, síndicos e administradoras não abrem mão da contratação de um seguro para o condomínio.

Mas o que é o Seguro condomínio?

Esse tipo de seguro tem como finalidade proteger a pessoa jurídica do condomínio de situações adversas que possam ocorrer nas dependências comuns, evitando assim ter que pagar indenizações que possam prejudicar, em muito, as contas do condomínio. Protege ainda colaboradores do condomínio e o próprio síndico. Além disso, oferece diversos serviços emergenciais gratuitos.
Ele pode ser contratado por condomínios residenciais (verticais ou horizontais), comerciais, mistos, de escritórios e/ou consultórios, flats e apart-hotéis.
Confira abaixo cinco situações comuns que podem acontecer em um condomínio e que um seguro ajuda a resolver, evitando prejuízos. 

Danos ao patrimônio do condomínio

A infraestrutura do seu condomínio pode ser prejudicada quando imprevistos acontecem – e eles acontecem! Todos os seguros para condomínios têm como cobertura básica indenizações em caso de explosões, incêndios ou danos com fumaça. São situações que podem acontecer em um salão de festas, por exemplo, ou como consequência de algum apartamento que pegou fogo (como aconteceu recentemente, por duas vezes, em Londrina ).

Além disso, há coberturas para o caso de quebra de vidros – comuns em caso de vendavais – e também danos à eletrodomésticos causados por raios, por exemplo. Há ainda coberturas que abrangem os prejuízos causados por vazamentos em instalações comuns. 


Portões e danos a veículos

Qual o condomínio que, depois de alguns anos de inaugurado, nunca teve problema com seus portões e cancelas, não é mesmo? Por isso, os seguros para condomínios amparam os prejuízos causados à veículos nos casos de fechamento brusco e quedas acidentais  ou falhas mecânicas e ainda, danos ao próprio portão.

Falando em veículos, em alguns casos também há coberturas para acidentes que possam ocorrer entre carros que transitam pela garagem do condomínio. Essa cobertura vai depender da abrangência do seguro contratado.
 

Assistência 24h para serviços técnicos

Encontrar e contratar bons profissionais para a execução de reparos emergenciais pode dar muito trabalho para o síndico e o valor do serviço pode ser bem caro! Problemas com encanamentos, chaveiro para liberar uma porta travada, eletricista para manutenções emergenciais são sempre comuns. Ao contratar o seguro para condomínios, esses e outros serviços de assistência são gratuitos e oferecidos 24 horas por dia.

Esse é um benefício que, por si só, já compensa todo o investimento de seguro-condomínio, assim como acontece no seguro-residencial. Alguns seguros, aliás, até incluem serviços de reparos a eletrodomésticos – como geladeira e fogão das áreas comuns – além de oferecer vigias e porteiros substitutos.


Subtração de bens e valores

Eventualmente vemos na imprensa notícias de condomínios que foram invadidos, causando prejuízo a moradores e até ao próprio condomínio (com furto de eletroeletrônicos e similares). Nesses casos, um seguro-condomínio tem cobertura semelhante a um seguro-residencial, garantindo a indenização de bens do condomínio e moradores. A cobertura também se estende a valores e bens como vales (transporte, refeição, combustível) que sejam roubados dentro do condomínio ou em trânsito.


Acidentes com funcionários

Onde há colaboradores, há riscos de acidentes de trabalho: quedas, choques elétricos, cortes, agressões e muitos outros. Isso sem falar nas chamadas “doenças funcionais”, relacionadas (ou desencadeadas) pelo próprio trabalho. Assim como acontece com empresas, essas situações podem gerar processos contra os condomínios.
Mas quem tem seguro-condomínio é amparado por indenizações por incapacidade temporária, invalidez permanente (total ou parcial) e – para casos extremos – até indenizações por morte acidental e auxílio funeral.


Responsabilidade civil

“Responsabilidade civil” engloba uma série de situações em que o síndico ou o condomínio podem ser considerados responsáveis direta ou indiretamente, como danos corporais ou materiais causados a moradores e/ou visitantes, assalto a veículos e prejuízos provocados pelo síndico em função de alguma falha em sua gestão - como não providenciar uma manutenção periódica ou eventuais acidentes de trabalho.

Como contratar um seguro condomínio?

Como você pode perceber,  seguro-condomínio é uma modalidade bem completa, cobrindo diversas situações e necessidades que podem ocorrer. Toda essa tranquilidade para síndicos e conselhos de administração faz o investimento valer muito a pena.

A equipe da Rossetto Seguros pode lhe ajudar a contratar o seguro mais adequado para as necessidades de seu condomínio, além de lhe ajudar sempre que houver necessidade de utilizar a apólice. Solicite uma cotação de seguro-condomínio clicando aqui  ou entre em contato conosco pelo Whatsapp clicando aqui